Como foi 2018? E o que se espera para 2019?

Retrospectiva 2018

O ano está chegando ao fim, então está na hora de pararmos um pouco e considerarmos o que fizemos até aqui. Será que foi um ano de sucesso ou foi um ano de problemas? Quando olho para o meu 2018 vejo um período de desafios superados, encontros maravilhosos e construção.

Hoje, quero mostrar uma breve retrospectiva desse ano para te mostrar todas as oportunidades de crescimento pelas quais passamos. Foi um ano turbulento diferente, mas que trouxe muitos pontos positivos. Continue lendo para dar uma olhadinha nos highlights desse ano!

 

30 anos de constituição cidadã

Em 1988, exatamente 30 anos atrás, a Assembleia Constituinte criava a nova constituição brasileira após o fim do regime militar. Foi essa constituição que trouxe de volta muitos dos direitos dos brasileiros, como liberdade de expressão.

Em 2018 ela comemora 3 décadas. Ou seja, todos esses anos de governos democráticos eleitos pelo voto dos brasileiros! Apesar de crises e dificuldades, continuamos firmes na tentativa de construir uma democracia justa para todos. É ou não motivo para comemorar?

Eleições gerais com novo presidente

Passamos por tempos turbulentos no mundo político em 2017. Com o impeachment da antiga presidente e denúncias de corrupção por todos os lados, as eleições gerais que aconteceram esse ano foram um sinal de esperança.

Durante esse período eleitoral, os brasileiros se empenharam na pesquisa de candidatos e seus históricos para garantir um voto que realmente tivesse a chance de mudar o país. Saímos dessa eleição com um novo presidente no poder e com chances de ter um país renovado, com uma economia crescendo para o benefício de seus cidadão.

Mesmo que seu candidato escolhido não tenha ganhado, a prática da cidadania que essa eleição representou foi um grande ponto positivo no ano. Agora está na hora de acompanhar o andamento do novo mandato e cobrar dos candidatos eleitos suas promessas. Os brasileiros precisam continuar sendo ouvidos!

Copa do Mundo na Rússia

Como todo bom brasileiro, eu sou um amante do futebol. Por isso, não existe nada melhor que ano de Copa do Mundo! Em 2018 conseguimos acompanhar a seleção brasileira em jogos desafiadores contra excelentes oponentes. Ganhamos em muitos jogos, apesar de não termos chegado à taça. No entanto, a experiência valeu muito a pena, assim como o sentimento de vibrar pela nossa seleção em dia de jogo.

O resultado francês foi merecido, mas sabemos que nossa seleção voltará ainda mais forte para a próxima Copa do Mundo daqui a quatro anos. Enquanto isso, continuamos com o sentimento de alegria deixado pelo período de jogos e motivados a continuar fazendo o mesmo que nossa seleção, dando nosso melhor para superar todos os obstáculos, mesmo quando perdemos.

Queda da inflação

Depois da crise política e econômica dos últimos tempos, o país vinha sendo perseguido pelo fantasma da inflação. Enquanto seus valores não paravam de subir, a economia encontrava dificuldades de se estabilizar e gerar os empregos tão necessários para o retorno do crescimento.

Felizmente, 2018 foi um ano excepcional que trouxe inclusive uma leve queda na inflação. Ainda não tivemos valores extremamente significativos, mas foi um sinal da recuperação econômica que está acontecendo aos poucos. O Banco Central ainda prevê queda da inflação para os próximos 3 anos com possível baixa do dólar e do preço do petróleo.

Retorno do crescimento econômico

Sabe o que queda da inflação, do valor do dólar e do petróleo significam? Crescimento econômico para vários setores da economia! Certamente, o país ainda não se recuperou da crise grave na qual esteve nos últimos anos, mas tudo está começando a mudar.

Alguns setores econômicos voltaram a apresentar melhora ou estão estáveis. Em outubro e novembro o crescimento do PIB (produto interno bruto) esteve em 1,4%. Apesar de não ser um número fenomenal, ele mostra que o país já não está mais perdendo recursos econômicos e que se prepara para mudanças.


Nesse fim de ano, a expectativa é de melhora e sucesso. 2019 pode ser o momento de virada que tantos estavam esperando, com grandes chances para empreender e ganhar dinheiro. A economia está se recuperando lentamente, agora é a vez dos brasileiros começarem a buscar oportunidades para fazer sua especialidade: inovar e crescer. Esses são meus desejos de ano novo para mim e todos que têm me acompanhado nessa jornada!

Luis Gustavo Napolitano